Exercícios físicos na terceira idade

  •  

  • Fonte: Sabespapo nº 124.

    Os exercvícios podem melhorar a capacidade cardiorespiratória e neuromuscular em todas as idades. Atividades regulares aumentam ou mantem a capacidade física dos isodos, mehoram o bem-estar físico e mental e, consequentemente, retardam o processo de envelhecimento e de mortalidade. Mas, é importante que os treinos sejam específicos para a idade, de acordo com as necessidades individuais que tenham a ligeração de médicos após avaliação geral do estado de saúde e que incluam o acompanhamento de um profissional (como um professor de educação física ou um personal trainer).

    Um plano de treinamento destinado a pessoas na trceira idade tem como objetivo manter a boa forma e a saúde em geral, sem um enfoque competitivo. Requer conhecimentos do profissional que vai treiná-las, mesmo que elas já tenham praticado atividades anteriormente.


    TIPOS DE EXERCÍCIOS INDICADOS PARA A TERCEIRA IDADE

    Atividades em grupo favorecem a socialização e algumas delas hidroginástica. Isso acontece, por que os mesmos movimentos feitos no solo são mais fáceis de realizar na água, pois não existe o impacto com o chão, minimizando contusões e fraturas. Também auxilia pessoas com artrite, bursite, etc. revelam os especialistas.

    Outros programas de atividades físicas que podem ser seguidos por idosos são: alongamento, natação, caminhadas, pedalar e dançar. Todos eles favorecem o combate da osteoporose. E, apesar da necesisdade de evitar atividades com muita sobrecarga, nesse caso, é importnte trablahar atividades de força, com pouca carga, principalmente para os músculos responsáveis pela sustentação e postura.

    ORIENTAÇÕES SOBRE A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS 

    Artigo da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte sobre atividade física e saúde dá orientações a respeito dos exercícios: - Todo início ou reinício de atividades deve ser gradual, especialmente para os idosos. Primeiramente, aumenta-se a duração e, só então, se modifica a intensidade.

    - A atividade não deverá provocar fadiga em cada sessão de exercício, apenas cansaço leve, que deve desaparecer completamente uma horá após o esforço. Uma forma prática e muito comum de controle da intensidade do exercício aeróbio é a medida da frequência cardiáca (que varia para cada indivíduo) e deve ser determinada por um médico.

    - A parte aeróbica (caminhar, correr, pedalar) do exercício deve ser feita, se possível, todos os dias, com duração mínima de 30 a 40 minutos.

    - Exercícios de sobrecarga muscular (como musculação) e flexibilidade (como o alongamento) são mais importantes a partir dos 40 anos e devem ser realizados de 2 a 3 vezes por semana, contemplando os principais grupos musculares e articulações.

    - Os treinamentos de flexibilidade devem envolver os principais movimentos corporais, realizados lentamente, até causar ligueiro desconforto, para, então, serem mantidos por cerca de 10 a 20 segundos, devendo ser praticados antes e/ou depois da parte aeróbica.

     

     

     

Atualize seu cadastro

Informações de contato

AAPS - SÃO PAULO

Rua Treze de Maio, 1642 - Bela Vista  (como chegar)
            São Paulo - SP - Cep: 01327-002

        55 11 3372-1000     |        aapsabesp@uol.com.br

 

AAPS - SANTOS E REGIÃO

Rua Dr. Arthur Porchat Assis, 47 (como chegar)
            Boqueirão – Santos SP – Cep: 11045-540

        55 13 3288-1162    |       baixadasantista@aaps.com.br

RECEBA NOSSA NEWSLETTER: