Medir a pressão arterial pode salvar sua vida

  •  

  • A hipertensão ou pressão alta ocorre quando a força exercida pelo sangue sobre as paredes dos vasos sanguíneos se eleva e se mantém acima de níveis seguros.

     

    O maior risco que a hipertensão oferece é que, na maior parte dos casos, ela não tem sintoma visível. Além disso, está intimamente relacionada a graves doenças cardíacas, circulatórias ou nefrológicas, tais como infarto, derrame ou insuficiência renal.

     

    Justamente pela ausência de sintomas, um em cada três adultos sofre de hipertensão arterial, ou pressão alta, sem saber; uma condição que causa cerca de metade de todas as mortes por derrame e problemas cardíacos no mundo, segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH).

     

    Mas a notícia boa é que adotando os cuidados necessários pode-se afastar o risco de sofrer com as graves consequências que a falta de tratamento adequado pode trazer.

     

    A melhor maneira de detectá-la é a medição da pressão arterial com frequência. Como as condições podem variar dependendo das condições em que a pessoa estiver durante o exame (tensão, relaxamento etc), é necessário verificá-la com frequência e em circunstâncias diferentes.

     

    Esses níveis podem ser medidos e o valor maior corresponde a pressão sistólica, no momento em que o coração está bombeando o sangue. Já o menor corresponde  à pressão diastólica, que ocorre durante os intervalos do bombeamento.

     

    Os dez mandamentos para quem tem pressão alta:

     

    1) Cuide da sua pressão para evitar doenças graves.2) Se o tratamento for com uso de medicamentos, tome conforme a prescrição do médico. Não  altere,nem diminua a dose diária por conta própria.

     

    2) Se o tratamento for com uso de medicamentos, tome conforme a prescrição do médico. Não  altere, nem diminua a dose diária por conta própria.

     

    3) Verifique a sua pressão com regularidade para certificar-se  de que o tratamento estás dando certo. Não é por que você não sente nada, qe a sua pressão está normal. Lembre-se de que a pressão alta não apresenta sintomas. 

     

    4) Não perca contato com o seu médico. Ajustes de dose e substituição de medicamentos são comuns. O seu médico poderá lhe dizer qual a pressão arterial você deve ter com o tratamento.

     

    5) Cuide do seu peso. Faça exercício  com orientação médica. Evite o estresse e tenha tempo para a família, os amigos e o lazer.

     

    6) Reduza o consumo de sal. Diminua ou abandone bebidas alcoólicas e o  tabagismo.

     

    7) Controle as alterações das gorduras no sangue, evitando alimentam que aumentam o triglicerídeos e o colesterol.

     

    8) Compareça às consultas regularmente. Informe qualquer alteração ao seu médico e nunca abandone o tratamento.

     

    9) Jamais se automedique. Consulte sempre o seu médico.

     

    10) Quanto antes a hipertensão arterial for detectada, menor o risco para a sua saúde.

     

    Fonte de dados: SBH - Sociedade Brasileira de Hipertensão

     

     

     

Informações de contato

AAPS - SÃO PAULO

Rua Treze de Maio, 1642 - Bela Vista  (como chegar)
            São Paulo - SP - Cep: 01327-002

        55 11 3372-1000     |        aapsabesp@uol.com.br

 

AAPS - SANTOS E REGIÃO

Rua Dr. Arthur Porchat Assis, 47 (como chegar)
            Boqueirão – Santos SP – Cep: 11045-540

        55 13 3288-1162    |       baixadasantista@aaps.com.br

RECEBA NOSSA NEWSLETTER: