Novo golpe clona celular e usa contatos do WhatsApp da vítima para pedir dinheiro

  •  

  • O WhatsApp tornou-se um aplicativo  tão popular que poucas pessoas não o utilizam para se comunicar.

     

    Aproveitando-se disso, o golpe do momento clona o telefone móvel e, depois que a  linha telefônica está “sequestrada”, invade as contas do WhatsApp da vítima e usa os dados do seu aplicativo para pedir dinheiro em seu nome. E mais, os criminosos fingem ser o próprio dono da linha telefônica, para driblar qualquer desconfiança.

     

    O golpe funciona da seguinte maneira. O golpista clona uma linha móvel. A vítima fica “sem sinal” enquanto o golpista “toma conta” da linha. Durante esse período, o golpista invade o aplicativo (WhatsApp) se passando pela pessoa responsável pela linha e pedindo dinheiro emprestado para os seus contatos.

     

    Este novo golpe está sendo bem-sucedido por ser muito bem articulado. Muito difícil alguém desconfiar que trata-se de outra pessoa se passando pelo dono da linha. A vítima cai por que acha que o pedido é do seu pai, filho, irmão ou amigo.

     

    O ideal é sempre ligar diretamente para a pessoa conhecida que estiver pedindo ajuda. Nunca faça nenhuma transação bancária de transferência de valores sem confirmar se a “pessoa conhecida que está pedindo a sua ajuda” é ela de fato, ou se teve o celular clonado e ainda nem sabe disso.

     

    A simples conferência evita o prejuízo pessoal e, também, dá ciência a vítima de que o nome dela, seu celular e o aplicativo  estão sendo utilizado para golpes em nome dela.

     

     

     

Atualize seu cadastro

Informações de contato

Associação dos Aposentados e Pensionistas da SABESP

Rua Treze de Maio, 1642 - Bela Vista  (como chegar)
          São Paulo - SP - Cep: 01327-002

55 11 3372-1000

aapsabesp@uol.com.br

facebook

RECEBA NOSSA NEWSLETTER: